Baleia é vista na Baía de Todos os Santos e canoístas comemoram ‘companhia’ do animal: ‘hoje a pescaria foi com ela’ | Bahia

Uma baleia foi vista por um canoísta em um trecho da Praia da Preguiça, na Baía de Todos Santos, na manhã deste domingo (31). Cerca de 12 pessoas remavam pelo native, quando o animal apareceu ao lado do barco e acompanhou o grupo.

  • VÍDEO: Baleias jubarte são avistadas na costa da Bahia; época de reprodução ocorre entre julho e novembro

Um dos integrantes do clube de canoagem registrou o momento e fez um put up nas redes sociais comemorando o raro momento com a baleia.

“Hoje a pega foi com ela”, diz a legenda do put up, comentando o “passeio” do animal ao lado das canoas.

Baleia foi avistada por canoístas na Praia da Preguiça — Foto: Reprodução/Clube Nativos de Canoagem

O presidente do clube de canoagem Nativos, Fábio Antônio Mota, disse que é comum ver baleias, geralmente nas primeiras horas da manhã, na região de Itapuã. Segundo ele, os filhotes se emocionam ao ver a canoa e acompanham o grupo, pulando na água e se exibindo para as pessoas.

“O que acontece muito é que os filhotes estão pulando empolgados, parecendo golfinhos. Mas a mãe chega e fica entre a canoa e o filhote, meio que marcando o território para ele não se aproximar. [da canoa]”, disse.

Fábio não soube detalhar o tamanho da baleia, mas disse que period a largura de uma Kombi. Ele acrescentou que algumas pessoas do grupo ficaram extasiadas com a exuberância do animal, enquanto outras temiam que o contato com a canoa pudesse causar um acidente. O que, segundo o canoísta, nunca aconteceu.

“Existem algumas regras que tentamos seguir para não atrapalhar o nado da baleia e nunca houve uma aproximação da baleia a ponto de tocar a canoa”, ressaltou.

Na sexta-feira (29), uma baleia jubarte fêmea e seu filhote foram avistados, com a ajuda de um drone, nas proximidades do farol de Itapuã, na orla de Salvador.

Mais cedo, em 13 de julho, outra baleia jubarte foi vista também nadando na praia de Itapuã. O ato foi registrado na região da Sereia e capturado por uma câmera fixa instalada pela Organização Não Governamental (ONG) Redemar, que acompanha o nascimento e a reprodução dos animais.

Segundo a ONG, as baleias deixaram a Antártida e viajaram por cerca de dois meses para chegar à costa brasileira. Nesta época do ano, eles são vistos com frequência no litoral, pois buscam as águas quentes do país para a época de reprodução, que geralmente dura até o mês de novembro.

Veja mais notícias do estado em g1 Bahia.

Assista vídeos do g1 e da TV Bahia 💻

Ouça ‘vou explicar’ 🎙

Leave a Comment

A note to our visitors

This website has updated its privacy policy in compliance with changes to European Union data protection law, for all members globally. We’ve also updated our Privacy Policy to give you more information about your rights and responsibilities with respect to your privacy and personal information. Please read this to review the updates about which cookies we use and what information we collect on our site. By continuing to use this site, you are agreeing to our updated privacy policy.