Diniz valoriza ação coletiva, mas lamenta oportunidades perdidas pela equipe

O Fluminense abriu uma pequena vantagem no confronto contra o Cruzeiro pelas oitavas de final da Copa do Brasil. O Tricolor venceu a Raposa por 2 a 1, nesta quinta-feira (23), no Maracanã. No final da partida, o técnico Fernando Diniz deu uma entrevista coletiva, na qual elogiou o desempenho da equipe, mas classificou o resultado como “injusto”.

Siga-o Mundo de notícias esportivas no TwitterInstagram e Fb.

“Dentro de campo, continuamos com um quantity muito grande de produção ofensiva e também limitando muito as possibilities de um contra-ataque. A primeira parte foi excelente, fomos superiores. Estou falando quando period 10 contra 10, então com um jogador a menos é difícil para todos. Mas diferente do que aconteceu contra o América-MG, o time já treinou um pouco mais, tinha experiência lá em Belo Horizonte, então tinha repertório para poder fazer o gol da vitória e poderíamos ter feito mais. O ruim é que o placar teria que ser mais elástico para traduzir melhor a história do jogo”, destacou Fernando Diniz.

Diniz foi questionado sobre a saída de Luiz Henrique do Maracanã e poucos dias após deixar o Fluminense, comentou sobre possíveis peças de reposição para o jovem atacante. O técnico elogiou a qualidade técnica do camisa 11 e não deu a mínima se o clube vai ao mercado buscar uma nova contratação.

+ Cano se torna o 2º artilheiro estrangeiro do Fluminense em uma única temporada

“Jogador muito diferente, acredito que, falando desde a minha chegada aqui, se ele não é o melhor atacante do futebol brasileiro nesses quase dois meses que trabalhamos juntos, ele está entre os melhores com certeza. Produziu muito, desequilibrou muito o jogo, marcou gols, deu muita assistência… é um substituto difícil, tanto que os instances de fora vêm em busca de um jogador como o Luiz Henrique. Não sei se está procurando no mercado, mas temos que dar um jeito, encontrar um jogador com as mesmas características e com qualidade. O caráter não é o que mais importa, você tem que jogar bem. Talvez tenhamos que nos adaptar e mudar um pouco a forma de jogar, ainda mais solidária, com mais aproximação. Vamos ver, vamos trabalhar para não sentir a ausência do Luiz”, disse Fernando Diniz.

Por fim, Diniz foi questionado sobre a ausência de Nathan na partida desta quinta-feira (23). O treinador foi objetivo na resposta e disse que foi opção sua não trazer o jogador, mas que isso não exclui a possibilidade de o meio-campista retornar nas próximas partidas, inclusive como titular da equipe.

“Temos um elenco muito equilibrado e não trazer Nathan foi minha escolha. O nível dos jogadores é muito parecido e, talvez, se ele tivesse vindo, eu teria que tirar outro jogador que também merecia estar aqui”, finalizou Diniz.

Com o resultado, o Fluminense joga por qualquer empate para avançar às quartas de closing. Em caso de derrota por diferença de gols, a classificação será definida nos pênaltis. Para o Cruzeiro, a vitória por dois ou mais gols de diferença garante a equipe na próxima fase.







Leave a Comment

A note to our visitors

This website has updated its privacy policy in compliance with changes to European Union data protection law, for all members globally. We’ve also updated our Privacy Policy to give you more information about your rights and responsibilities with respect to your privacy and personal information. Please read this to review the updates about which cookies we use and what information we collect on our site. By continuing to use this site, you are agreeing to our updated privacy policy.