Dono de cachorro com hidrocefalia tenta conseguir remédio à base de maconha para tratar do animal na Justiça, em Fortaleza | Ceará

Um advogado entrou com uma ação na Justiça nesta quarta-feira (22) para que a União e o Estado do Ceará forneçam um medicamento à base de canabidiol para o tratamento de um cachorro com hidrocefalia em Fortaleza. O dono do animal não pode pagar pela substância. O remédio é feito com substâncias extraídas da maconha (hashish) e foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para tratamento em pessoas.

A importação de medicamentos à base de canabidiol é permitida no Brasil desde 2015. Os medicamentos são usados ​​em pessoas para tratar dezenas de doenças, como artrite, epilepsia, esclerose múltipla e doença de Parkinson, além de serem usados ​​para aliviar dores crônicas causadas por cânceres. O medicamento, no entanto, só pode ser fornecido com receita médica.

Diagnosticado com hidrocefalia de hipoplasia cerebral, o cão Valentine, da raça Golden, sofre quase diariamente com convulsões. A advogada animalista Cinthia Belino, que entrou na Justiça com o pedido da droga, disse em entrevista ao jornal g1 que acompanhou a tutora de Valentim nas redes sociais quando ela decidiu ajudar, pois não conseguiu obter o medicamento devido ao alto preço e por não conseguir obter autorização para obter o medicamento.

“Sigo Valentin nas redes sociais e vi que o médico havia lhe oferecido esse tratamento e a tutora estava tendo dificuldades não só para comprar o remédio, mas também para ter acesso a esses registros. para a justiça e fazer essa tentativa de conseguir esse medicamento e esse registro na justiça”, disse o advogado.

O uso de medicamento à base de canabidiol para o tratamento de Valentim foi prescrito pelo veterinário Felipe Pereira, que acompanha o animal desde agosto de 2021. Na prescrição, ele recomenda o tratamento com hashish para que Valentim tenha qualidade de vida”, vista de que a condição clínica do paciente não teve resultados satisfatórios com o uso de terapias convencionais.”

Advogado ajuizou ação para a União e o estado do Ceará fornecer canabidiol para o tratamento de um cão com hidrocefalia. — Foto: Arquivo pessoal

STJ permite cultivo de maconha medicinal: ‘Atende desejos e necessidades de muita gente’, diz Lins

Acompanhe as notícias do Ceará em g1 em 1 minuto

Leave a Comment

A note to our visitors

This website has updated its privacy policy in compliance with changes to European Union data protection law, for all members globally. We’ve also updated our Privacy Policy to give you more information about your rights and responsibilities with respect to your privacy and personal information. Please read this to review the updates about which cookies we use and what information we collect on our site. By continuing to use this site, you are agreeing to our updated privacy policy.