Elvas Animal Motion acusa canil municipal de alegado abuso e negligência veterinária!

O Movimento Animal de Elvas, movimento de defesa dos animais, acusa o canil municipal de Elvas e o veterinário de Elvas de maus tratos e negligência.

De acordo com a informação avançada, o Movimento Animal de Elvas alerta que o canil não tem as condições necessárias para manter os animais e alega que os cães estão a ser maltratados, havendo mesmo animais que estão encerrados sem que o Movimento Animal possa chegar até eles .

Eles também acusam o veterinário de negligência por não fornecer os cuidados de saúde adequados aos cães. Nuno Fernandes já tinha sido condenado pela Ordem dos Médicos Veterinários por más práticas relacionadas com 2017. rejeita as acusações.

O Movimento em comunicado divulgado na sua página oficial este movimento refere que “Em Fevereiro de 2019 a Associação Movimento Animal de Elvas assinou um protocolo com o município de Elvas” acrescentando que “Este protocolo foi assinado com a associação devido às reclamações e denúncias existentes no canil de Elvas por maus tratos.”

de acordo com o movimento “A associação foi agraciada com um subsídio para gerir o canil de Elvas, para tratamentos de animais, cuidados médicos veterinários, esterilização, vacinas, microchips, medicamentos, alimentação. Eles começaram a ter amor, carinho, atenção e a deixar uma caixa para passear porque muitos nem viam a luz do dia.”

O Movimento Animal também percebe que “desde fevereiro de 2019 a Associação fez 318 adoções, 409 animais foram esterilizados/castrados pela associação. Realizamos campanhas de CED subsidiadas pelo município ao qual esse dinheiro foi reembolsado pelo estado ao município. capturas, estudos de colónias bem como a sua sinalização e localização, o concelho de Elvas nunca faria uma campanha de CED.”Podemos adicionar mais 443 animais esterilizados no CED. Isto perfaz um whole de 852 animais esterilizados.

O Movimento também sublinha neste mesmo comunicado que “Todos os animais que chegam até nós precisam de atendimento imediato, muitos precisam ser operados, análises, exames, radiografias, ultrassonografias, exames para rastreamento de doenças. Cabe ao município arcar com esses custos, não só porque nós quer, mas porque o concelho de elvas tem de cumprir a legislação.

O Movimento é dedicado aos animais do Croe, como diz “365 dias por ano, nunca tivemos feriados, Natal ou Ano Novo é um compromisso anual porque os animais comem todos os dias.”

O mesmo comunicado que “No dia 26 de março fomos informados que o protocolo entre a associação e o município ia ser rescindido. Foi feita uma oferta de emprego na prestação de serviços a um dos membros da associação, SÓ E NADA MAIS para limpar o espaço e dar alimentação aos animais.Mais nadaO resto não fará parte das competências atribuídas, pois o resto da equipa da associação saiu e neste momento estão proibidos de lá entrar. Tudo o resto será da responsabilidade da autarquia e da autarquia veterinário.”

De acordo com o Movimento desde o dia 1 de junho não estaremos no croe.” Tudo o que vier a acontecer não será da nossa responsabilidade nem toleramos qualquer tipo de maus tratos aos animais. atual executivo da Câmara Municipal.

Fonte: Sic Noticias/Elvas Animal Motion

Leia a matéria completa na SIC Notícias e no Movimento Animal de Elvas

Leave a Comment

A note to our visitors

This website has updated its privacy policy in compliance with changes to European Union data protection law, for all members globally. We’ve also updated our Privacy Policy to give you more information about your rights and responsibilities with respect to your privacy and personal information. Please read this to review the updates about which cookies we use and what information we collect on our site. By continuing to use this site, you are agreeing to our updated privacy policy.