Essas coisas de beleza | A HORA

Outro dia falávamos sobre as demandas – ora explícitas, ora veladas, mas permanentes – sofridas pelas mulheres na categoria “beleza”. Geralmente, os homens são mais econômicos a esse respeito. “Caramba, fulano de tal é gostoso, nem parece que tem mais de 60 anos…” Mas aos olhos da sociedade, as mulheres devem permanecer eternamente magras, gostosas, irradiando energia e beleza da adolescência à.. … que idade, realmente?

É merciless; uma estupidez de nossos tempos reforçada pela mídia, redes sociais e fofocas de amigos. Envelhecer e morrer são os únicos eventos certos, gerais e irrestritos da vida. Homem ou mulher; rico ou pobre, celebridade ou anônimo, ninguém escapa da passagem do tempo, da decadência física e do fim da linha. Cuidar da saúde é ótimo, importante. No entanto, aceitar a finitude e conviver bem com ela é uma virtude rara em meio às vaidades e ao culto das aparências; buscas desesperadas pela juventude eterna; anexos insalubres; episódios tocantes, dramáticos ou mesmo ridículos de parar a implacável ampulheta do deus Cronos.

Naturalmente, em certos indivíduos, o envelhecimento demora mais para se manifestar devido à genética, atividade física, boa alimentação, hábitos saudáveis, and so forth. Porém, essa estética diferenciada de alguns virou – think about! – uma ofensa aos olhos de patrulhas politicamente corretas. Jennifer Lopez, que tem essas características, foi acusada de “prestar um desserviço às mulheres comuns” ao mostrar, em um anúncio, seus 53 anos em boa forma.

Comentários irônicos se espalharam atribuindo o absurdo simplesmente à inveja básica do blogueiro que o pronunciou. Falta de assunto, brigas inúteis ou birras ciumentas?

Um caso triste apareceu na TV. Um casal muito modesto passou quatro anos economizando para realizar um sonho. Casa própria? Estudos? Uma viagem? Abrir uma empresa? De jeito nenhum: as economias foram gastas em inúmeras cirurgias plásticas para a amante de cinquenta anos: silicone nos seios e nádegas, lipoaspirações, vários alongamentos e puxões. Resumindo, o maior projeto do casal period ter um exemplar “bonito” e “attractive” em casa; curvas, planícies e protuberâncias exageradas de que se orgulhariam. Remaining terrível: confiaram em um canalha que se dizia cirurgião plástico, deu tudo errado. Foi uma pena.

Para compensar, uma atitude inspiradora e simbólica. No sábado assistimos ao excelente “Boa Sorte, Grande Leo”, filme com Emma Thompson no papel de uma viúva que contrata os serviços de um acompanhante masculino. O encontro inusitado, com todos os ingredientes de um episódio frívolo, torna-se uma reflexão emocional, profunda e também divertida sobre o amor, os relacionamentos, a sexualidade, o esplendor e a decadência do ser humano em sua embalagem transitória de carne e osso.

Nas partes mais tórridas, nota-se que a atriz foi substituída por uma dublê. Medida compreensível; exceções ocorrem frequentemente em contratos de artistas. Porém, na cena remaining, Emma Thompson, corajosamente, se despe completamente para o espelho do quarto de lodge e para as telas dos cinemas do mundo todo. Então você vê uma mulher madura, bem vivida, mãe de dois filhos – seios um pouco flácidos, rugas, flacidez, celulite, gordura localizada – uma imagem honesta de um corpo feminino aos 63 anos.

Quando o filme termina e as luzes se acendem, aqueles que já eram fãs da excepcional atriz Emma Thompson – meu caso – passam imediatamente para a categoria de grandes admiradores da mulher comum por trás de seus personagens.

A beleza assume muitas formas – algumas muito sutis, inesperadas, inquietantes. É tolice discuti-lo, aprisioná-lo em modelos ou polemizar sobre padrões: a beleza de uma mulher permanece soberana. Felizes são aqueles que sabem desfrutá-la em whole liberdade.

Leave a Comment

A note to our visitors

This website has updated its privacy policy in compliance with changes to European Union data protection law, for all members globally. We’ve also updated our Privacy Policy to give you more information about your rights and responsibilities with respect to your privacy and personal information. Please read this to review the updates about which cookies we use and what information we collect on our site. By continuing to use this site, you are agreeing to our updated privacy policy.