Existe um animal capaz de detectar câncer bucal (e não é o cachorro)

Ogafanhotos podem ser uma ‘arma’ poderosa no diagnóstico e prevenção do câncer bucal. Essa é uma teoria defendida por um grupo de pesquisadores da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, segundo um estudo que aguarda revisão por pares.

Os cientistas garantem que o inseto pode reconhecer gases emitidos por três tipos de células cancerígenas presentes em tumores na boca. Os gafanhotos também foram capazes de diferenciar amostras de pessoas sem câncer.

Os pesquisadores colocaram eletrodos no cérebro dos animais. Amostras de pessoas com câncer desencadearam diferentes reações no cérebro dos animais.

Sinais de alerta que, segundo a rede portuguesa de hospitais CUF, deve estar atento.

  • Aftas ou úlceras que não desaparecem em duas a três semanas;
  • Lesões brancas e/ou vermelhas, geralmente na forma de manchas ou placas nas mucosas;
  • Nódulos ou massas endurecidas, com ou sem dor associada;
  • Dificuldade em engolir;
  • Limitação dos movimentos da língua;
  • Parestesias (perda de sensibilidade);
  • Linfadenopatia (linfonodos aumentados).

Leia também: Câncer de rim. Relação médico-paciente essencial para o sucesso do tratamento

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Shopper Selection and 5 Star Award for On-line Press.
Baixe nosso aplicativo gratuito.

Leave a Comment

A note to our visitors

This website has updated its privacy policy in compliance with changes to European Union data protection law, for all members globally. We’ve also updated our Privacy Policy to give you more information about your rights and responsibilities with respect to your privacy and personal information. Please read this to review the updates about which cookies we use and what information we collect on our site. By continuing to use this site, you are agreeing to our updated privacy policy.