Homens estão se dedicando mais aos cuidados com a beleza | Portal Z1

reprodução

Visualizações: 70

Os homens no Brasil estão valorizando mais os cuidados estéticos, em pesquisa realizada pelo Instituto Ideia, encomendada pela revista GQ Brasil divulgada este ano, cerca de 97% dos homens se consideram bonitos no país, além da aparência, mostraram-se confiantes ao afirmar sobre inteligência e admiração. Esses dados afirmam que os homens se dedicam e valorizam mais sua beleza.

O estudo “O que pensa o homem brasileiro”, ouviu 600 homens com mais de 18 anos, e apenas 3% dos entrevistados não se acham bonitos. Dos 97%, cerca de 47% estão satisfeitos com sua aparência, ao afirmar que são bonitos, esse dado representa uma média de cinco em cada dez participantes que realizaram a pesquisa.

A beleza também está na forma como os homens se vestem. Já está virando coisa do passado pensar que os homens não se dedicam às roupas que vestem, em momento algum, seja no dia a dia, nos lazeres ou em momentos mais especiais (como festas, casamentos ou jantares, por exemplo ). Isso pode ser confirmado pela mesma pesquisa, que aponta que 69% dos homens tendem a usar roupas mais arrumadas. Além disso, 63% fogem do estilo cafona e 61% não gostam de chamar atenção.

Além da aparência, outras questões foram abordadas na pesquisa, como, saúde psychological, cerca de 16% dos entrevistados assumiram a terapia e 65% não teriam problemas em fazer acompanhamento psicológico. A inteligência também foi um destaque da pesquisa, quando 28% dos entrevistados se consideram inteligentes acima do que pode ser considerado médio por eles.

Além disso, apesar de não ser comparável às mulheres, a busca por compras de produtos de beleza tornou-se ainda maior por parte dos homens, que também não abrem mão de alguns produtos essenciais para beleza e higiene pessoal. Segundo dados da maior pesquisa de beleza do Brasil, a Magnificence Plan, em 2022, o público masculino pretende investir em: shampoo e condicionador (81%), fragrance (63%) e produtos de limpeza corporal (59%).

“Os homens se preocupam mais com sua beleza e com a forma como vivem. Costumava haver esse estereótipo de que apenas as mulheres precisavam se preocupar com o cabelo ou com o cheiro. Atualmente, não há espaço para tais pensamentos. Hoje existem lojas como a nossa, com produtos voltados não só para mulheres, mas também para homens. O homem também precisa valorizar seu cheiro e seu bem-estar, e isso está acontecendo”, disse Flávio Augusto.

O reconhecimento da marca tem sido um grande aliado de empresas e consumidores nesse processo, segundo a pesquisa, com 47% dos websites especializados sendo os principais influenciadores na hora da compra de um produto, A influência dos criadores de conteúdo digital cresceu cerca de 8% em relação ao ano passado , atingindo a marca de 16%.

“Assim como a Chen Perfumes, acredito que todas as empresas precisam se adaptar a essa nova forma de divulgar sua marca ou produto. Esse cenário prevalece atualmente no mercado, pois além de divulgar a marca, podemos divulgar os produtos e, sobretudo, interagir com o público, dialogar e ouvir sua opinião”. Completou o Parceiro de Perfumes Chen.

Para os homens, os websites especializados em produtos e cosméticos são um dos mais procurados nas lojas físicas (54%), perdendo apenas para as farmácias.

Leave a Comment

A note to our visitors

This website has updated its privacy policy in compliance with changes to European Union data protection law, for all members globally. We’ve also updated our Privacy Policy to give you more information about your rights and responsibilities with respect to your privacy and personal information. Please read this to review the updates about which cookies we use and what information we collect on our site. By continuing to use this site, you are agreeing to our updated privacy policy.