Investimentos em bem-estar animal podem ter apoio da comunidade – Observador

Os investimentos no bem-estar animal poderão ser cofinanciados por fundos da UE, disse o ministro do Ambiente e da Ação Climática numa conferência em Lisboa esta quarta-feira.

“Estamos em negociações finais para que, no acordo de parceria do próximo quadro de apoio comunitário (…), possamos incluir o investimento no bem-estar dos animais de companhia como podendo ser financiado por fundos comunitários. O que é uma novidade absoluta em relação ao que fazíamos no passado”, disse João Pedro Matos Fernandes no remaining da primeira conferência sobre bem-estar animal, organizada pelo Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), que tutela o setor .

O ministro acrescentou que houve “falta de atenção” por parte da administração em relação ao problema dos animais de companhia, o que não acontece agora, e disse que o ICNF já tem 19 veterinários a trabalhar.

Na conferência, foram apresentados os primeiros resultados do programa de concessão de apoios e incentivos financeiros a projetos de bem-estar animal e assinados protocolos com a Associação Portuguesa de Artistas e Empresários de Circo (APEAC) e com a Fundação “Defesa e Protecção dos Animais”. .

BAR • CONTINUE LENDO ABAIXO

Os protocolos, com o apoio do Fundo Ambiental, destinam-se a apoiar a entrega voluntária de animais de circo (proibida a partir de 2025) e enquadrar a recolha e colocação destes animais em santuários.

Carlos Carvalho, presidente da APEAC, lamentou na altura que os circos nunca tenham sido apoiados neste processo e salientou várias vezes que os circos sempre se preocuparam com o bem-estar animal, que os animais de circo sempre foram vistos como parceiros de trabalho e que “em nenhum momento” os animais foram maltratados ou menosprezados.

A conferência discutiu ainda a Estratégia Nacional para Animais Errantes, o georreferenciamento dos abrigos de animais no sistema de gestão de incêndios e a elaboração de um guia sobre a síndrome de Noé (animal hoarding).

Leave a Comment

A note to our visitors

This website has updated its privacy policy in compliance with changes to European Union data protection law, for all members globally. We’ve also updated our Privacy Policy to give you more information about your rights and responsibilities with respect to your privacy and personal information. Please read this to review the updates about which cookies we use and what information we collect on our site. By continuing to use this site, you are agreeing to our updated privacy policy.