Menino de 10 anos é morto em ataque de animal e vizinhos caçam onça

Uma criança de 10 anos foi encontrada morta com traumatismo craniano em uma região de mata no município de Brasil Novo (PA). Suspeita-se que ela tenha sido atacada por um animal da região. Irritada, a população caçou e matou uma onça selvagem próximo ao native onde o corpo foi encontrado.

O caso aconteceu na noite desta quarta-feira (27), na zona rural do município. Segundo a Polícia Civil, Dierlison Oliveira Paiva havia saído para pescar em um lago próximo à casa da família e demorou muito para voltar para casa. Portanto, o pai do menino teria ido em busca da criança e localizado suas sandálias e roupas manchadas de sangue.

De acordo com a polícia, a criança desapareceu ainda dentro da propriedade da família no closing da tarde e só foi encontrada por volta das 20h, a cerca de 1,5 km da casa onde moram. A área fica próxima ao Rio Iriri, que faz fronteira com uma reserva indígena.

Com a ajuda de vizinhos, o corpo do menino foi localizado próximo a uma represa. O crânio da criança tinha características de que ele havia sido mordido por um animal.

“Quando o lago seca, as crianças tendem a ficar nessas lagoas que se formam. A probabilidade é que ele tenha sido atacado e arrastado pela onça e não tenha conseguido fugir, pois period pequeno”, disse o delegado Wallisson Damasceno, do município, ao relatório. de Altamira, unidade policial responsável pela investigação do caso.

Ainda segundo ele, apesar da presença de onças na região, a polícia diz que casos de ataques a pessoas não são comuns. “De vez em quando há casos de ataques a gado e animais menores, mas nunca houve relatos de ataques a pessoas lá”.

“Tudo indica que foi um ataque de onça-pintada, já que há muitas delas nesta região. Mas também existem outros animais, como o gato-marinha. Só a perícia vai provar que tipo de animal foi o responsável pelo ataque” , explicou o delegado Hennison Jacob, da Diretoria do Inside, da Polícia Civil do Pará.

O corpo do menino foi encaminhado para perícia no município de Altamira.

Segundo Jacob, os vizinhos revoltados da família caçaram uma onça na região e acabaram matando um felino, o que exigiu a abertura de uma nova investigação por maus-tratos a animais silvestres.

“Confirmei com o superintendente da polícia civil da região que a população organizou uma caçada na mata e matou uma onça. Mas não há como saber se foi a mesma onça que teria atacado o menino”, disse o delegado da Direcção do Inside.

A situação será investigada pela Polícia Civil. “Não foi legítima defesa. Uma coisa é se o animal atacou, e [alguém] matar para se defender, mas não organizar uma caçada para matar o animal”, avalia Jacob. (Luciana Cavalcante/Folhapress)

Leave a Comment

A note to our visitors

This website has updated its privacy policy in compliance with changes to European Union data protection law, for all members globally. We’ve also updated our Privacy Policy to give you more information about your rights and responsibilities with respect to your privacy and personal information. Please read this to review the updates about which cookies we use and what information we collect on our site. By continuing to use this site, you are agreeing to our updated privacy policy.