profissionais de beleza cuidam em casa » Jornal Dia a Dia

Dados de uma pesquisa realizada pelo GetNinjas (aplicativo de contratação de serviços na América Latina) mostram que a demanda pela categoria Moda e Beleza foi responsável por mais de 200 mil pedidos em 2020.

O estudo indica que esse número representa um aumento de 54% nas buscas em relação a 2019.

Os mais pesquisados ​​na categoria foram manicures/pedicures e cabeleireiros. Uma das pessoas que atua nesse segmento é a cabeleireira e maquiadora Ziza Mendes, que começou a trabalhar como assistente de salão aos 13 anos.

“Este ano completo 41 anos ininterruptos em salão de beleza”, diz. Mas Ziza acrescentou um diferencial pouco antes do início da pandemia, em 2020. Ela passou a oferecer atendimento domiciliar.

Ela conta que tudo começou porque queria fazer a diferença em seu trabalho e reservar um dia por semana para atender crianças especiais, idosos e outras pessoas com dificuldade de locomoção em casa.

“Um cuidador do idoso conversava com o outro, as mães e as crianças faziam a mesma coisa e a necessidade desse atendimento cresceu”, relata.

Ziza conta que quando a pandemia começou, ela expandiu esse atendimento para outros públicos e passou a atender sua clientela também em casa com cortes, tinturas e outros procedimentos capilares, além de maquiagem.

“Hoje meu atendimento domiciliar é feito às segundas, terças e quartas. Quando necessário, atendo também de quinta a sábado antes ou depois de cumprir a agenda no salão”, esclarece.

Se há um conselho que Ziza Mendes daria a quem quer prestar serviços em casa, é que tenham tempo e tempo disponíveis.

“Outra coisa. O carinho é muito importante. E é basic respeitar a intimidade e privacidade da casa do cliente. Entrar e sair com respeito”, enfatiza.

Bom rendimento financeiro

Josi Guimarães é outra que atende seus clientes em casa. Ela conta que trabalha como manicure há quatro anos e que inicialmente atendia clientes em um espaço reservado em sua casa. “Atualmente atendo alguns clientes em casa, mas também no meu próprio espaço”, destaca

Josi conta que iniciou o atendimento domiciliar para proporcionar maior conforto a alguns clientes que preferiam ou precisavam desse serviço. “Assim também pude aumentar meu número de clientes, oferecendo um atendimento mais personalizado”, enfatiza.

Josi Guimarães diz que seu trabalho de atendimento domiciliar é muito gratificante, pois consegue ver a satisfação de seus clientes. “Dessa forma também posso ter um bom retorno financeiro”, conclui.

Leave a Comment

A note to our visitors

This website has updated its privacy policy in compliance with changes to European Union data protection law, for all members globally. We’ve also updated our Privacy Policy to give you more information about your rights and responsibilities with respect to your privacy and personal information. Please read this to review the updates about which cookies we use and what information we collect on our site. By continuing to use this site, you are agreeing to our updated privacy policy.