São Paulo mostrou que pode ir mais longe ao vencer o Palmeiras

Mesmo oponente, cenário e enredo. O clássico desta quinta-feira (23) entre São Paulo e Palmeiras, pelo jogo de ida das oitavas de remaining da Copa do Brasil, teve início bem parecido com o Choque-Rei da última segunda-feira (20). O Morumbi, porém, viu um Tricolor mais organizado e combativo, o que permitiu um desfecho diferente. Se no início da semana a derrota por 2 a 1 com reviravolta nos últimos minutos abalou a confiança do São Paulo, o triunfo de 1 a 0 desta noite devolveu a esperança.

No Ao vivo de São Pauloprograma de UOL Esporte emblem após os jogos do Tricolor, os jornalistas Marcelo Hazan, Menon e Gabriel Perecini falaram sobre os efeitos que essa vitória no clássico deve trazer para o time paulista. Eles também compararam as duas partidas entre os arquirrivais e as diferenças entre eles.

“Jogo de hoje [ontem] pode ser um salto para o São Paulo, que teve muitos jogos difíceis contra o Palmeiras. É a equipe que torna mais difícil para eles, com exceção daqueles 4-0 [no segundo jogo da final do Paulistão]. Mostrou que o São Paulo pode ir mais longe. É preciso ter essa atitude contra o Juventude no domingo e marcar sob pressão, não deixando o adversário jogar no Morumbi”, observou Menon.

Na comparação entre os dois clássicos disputados nesta semana, Perecini viu o Tricolor agir de forma semelhante. “Quem consegue ver grandes diferenças entre o jogo de segunda e o de hoje é louco. Quase todos os pontos são parecidos. O São Paulo avançou um pouco nas linhas. É um time que pressiona muito no primeiro tempo, teve oportunidades de marcar no segundo gol e sofreu muito pouco. A diferença é que hoje deu menos oportunidades ao Palmeiras”, destacou.

Menon concordou com Perecini e reforçou que o Verdão encurralou o Tricolor no segundo jogo, algo que não foi visto nesta quinta-feira. “No segundo tempo do primeiro jogo, o São Paulo foi empurrado para trás, porque o Palmeiras jogou muito bem. o colunista do UOL, referindo-se à próxima partida do São Paulo pelo Brasileirão.

Perecini destacou a qualidade da alta marcação do Tricolor, que permitiu ao time sufocar o Palmeiras na fase inicial. “O São Paulo cometeu menos erros técnicos e sofreu menos oportunidades. Pressionou lá em cima, mas caiu um pouco no segundo tempo. Manteve um pouco a linha de jogadores na frente da área. O Palmeiras cresceu naturalmente, teve a posse de bola bola e o jogo aéreo, mas não conseguiu marcar”, avaliou.

O jornalista também chamou a atenção para o lado psicológico dos jogadores, que não se decepcionaram com a derrota para o Brasileirão. “O São Paulo é um time extremamente dedicado e competitivo. Nunca faltou vergonha na cara. Três dias depois, pudemos ver uma grande força psychological desse time para tirar vantagem depois do que aconteceu na segunda-feira”, finalizou Perecini.

Não perca! A próxima edição do Ao vivo de São Paulo será no domingo (26), emblem após a partida contra o Juventude pelo Brasileirão. Você pode acompanhar a programação pelo Canal UOL, no app Pontuação UOLna página do São Paulo no UOL Esporte ou no canal UOL Esporte no Youtube.

Leave a Comment

A note to our visitors

This website has updated its privacy policy in compliance with changes to European Union data protection law, for all members globally. We’ve also updated our Privacy Policy to give you more information about your rights and responsibilities with respect to your privacy and personal information. Please read this to review the updates about which cookies we use and what information we collect on our site. By continuing to use this site, you are agreeing to our updated privacy policy.