Vitamina C: como inserir o antioxidante na rotina de skincare – Revista Marie Claire

Vitamina C, um dos antioxidantes mais potentes nos cuidados com a pele (Foto: Reprodução/Pexels).

Se você é um amante de skincare, com certeza já ouviu falar em Vitamina C. Ingrediente tradicional na rotina de beleza, esse é um dos ativos mais famosos e versáteis do mercado, com diferentes possibilidades de formulações em uso.

O ativo é conhecido principalmente por ser um dos antioxidantes mais potentes para a pele. Além disso, atua em diferentes áreas e é capaz de prevenir o envelhecimento precoce, hidratar, proteger e até uniformizar a textura da pele.

Para responder as principais dúvidas sobre a Vitamina C, consultamos a dermatologista Giovana Moraes, que fala sobre as diferentes formas, formulações e oxidação do produto.

Qual é?

A vitamina C é a forma fashionable de ácido ascórbico, que é conhecido por ser o antioxidante tópico mais potente para adicionar aos cuidados com a pele. “Quando usado topicamente, combate os radicais livres e é um poderoso “anti-stress” para as camadas mais superficiais da pele”, explica o dermatologista.

+Vitamina C: o que você precisa saber sobre o ativo favorito do verão

Indicação e quando usar

Como sua principal ação é antioxidante, pode ser usado para clarear manchas, proteger a pele, prevenir o envelhecimento e uniformizar a textura da pele.

Mas quando é certo aplicar vitamina C durante sua rotina de beleza? O especialista deixa claro que o ativo pode ser utilizado a qualquer hora do dia. No entanto, quando aplicado pela manhã, ajuda a potencializar o efeito do protetor photo voltaic, um dos passos mais importantes quando se trata de prevenir o envelhecimento da pele.

Oxidação: o que é e como evitar

Existem contra-indicações para o uso. Por ser muito potente e concentrado, o ingrediente pode causar sensibilidade e danificar a pele. Portanto, se a derme estiver inflamada, irritada ou machucada, evite ativá-la.

“Não recomendo aplicar vitamina C após qualquer procedimento que possa causar irritação, em casos de dermatites, quando a zits está muito ativa e quando o tempo está muito seco. , diz.

A oxidação da vitamina C é outra condição que impede seu uso. Por ser um ingrediente volátil, pode oxidar e perder suas funções com o tempo. Portanto, é importante saber que se a cor champanhe/bege claro do cosmético mudar para um tom de ferrugem/marrom ou se começar a ter um cheiro forte, não é mais seguro aplicar o produto na pele.

“Quando a Vitamina C oxida, ela perde seu percentual de ativos e não deve mais ser usada na pele, pois pode causar irritação e efeitos nocivos”, diz Giovana.

Existem algumas práticas que impedem que isso aconteça com o produto, como guardá-lo em um frasco que o proteja da luz e armazená-lo em ambiente à temperatura ambiente.

Por outro lado, é um dos poucos ativos potentes para a pele que, segundo a dermatologista, pode ser usado em gestantes: “Não há contraindicação em gestantes, é um veículo que pode ser usado em lactantes, em qualquer faixa etária”. O único ponto de atenção da Vitamina C é quando a barreira da pele está danificada, caso contrário é muito bem vinda e recomendada pelo especialista para o cuidado diário da pele.

Vitamina C em diferentes formulações e finalidades (Foto: Reprodução/Pexels)

Vitamina C em diferentes formulações e finalidades (Foto: Reprodução/Pexels).

Diferentes formas do ativo

Para simplificar a busca, o best para ser usado na pele é que a formulação de vitamina C contenha de 5% a 20% de ácido ascórbico, já que a pele não absorve mais de 20%. Além disso, acima desse percentual é possível desenvolver efeitos indesejados, como irritação, coceira e bolinhas, diz a dermatologista.

Existem inúmeras formulações do ingrediente, como soros, cremes, lipossomas em doses únicas e ampolas. Mas a escolha do veículo depende da condição do paciente. “O tipo de formulação indicada depende muito da pele. Por exemplo, para peles com tendência acneica, recomendamos um sérum mais leve e seco, enquanto para peles mais maduras, recomendamos um creme mais pesado”, diz.

 A vitamina C pode ser potencializada com outros ativos de skincare (Foto: Reprodução/Pexels)

A vitamina C pode ser potencializada com outros ativos de skincare (Foto: Reprodução/Pexels).

Como alavancar sua ação

Na cosmética, a Vitamina C pode ser potencializada com diversos outros ativos, como agentes clareadores e outros antioxidantes. Alguns deles são Resveratrol e Niacinamida.

“A vitamina C pode ser combinada com todos os alfa-hidroxiácidos, ácido glicólico, ácido hialurônico, ácido retinóico. Atualmente, muitos cosméticos possuem Vitamina C em sua formulação. Um dos grandes associados usados ​​com a Vitamina C é o ácido ferúlico”, finaliza.

Leave a Comment

A note to our visitors

This website has updated its privacy policy in compliance with changes to European Union data protection law, for all members globally. We’ve also updated our Privacy Policy to give you more information about your rights and responsibilities with respect to your privacy and personal information. Please read this to review the updates about which cookies we use and what information we collect on our site. By continuing to use this site, you are agreeing to our updated privacy policy.